;

fique por dentro

Asma em criança / como saber se criança tem asma

A ​asma é uma enfermidade crônica motivada pela inflamação das vias aéreas inferiores​, que atinge desde a traquéia até os brônquios¹. Na ocasião em que essa região está inflamada, acontece o estreitamento dos bronquíolos, o que dificulta a respiração dos pequenos¹. 

Por ter sintomas e restrições bem definidas,​a doença pode provocar mudanças na rotina familiar​² para que a asma não seja uma ocorrência recorrente no dia a dia da família. Mesmo assim alguns sintomas são mais frequentes, e eles mostram como podemos identificar se uma criança é asmática ou não². Se você quer saber quais sintomas são esses continue lendo o texto!  

Descobrindo a asma Identificada há milênios, ​asma é uma doença que atinge pessoas de todas as idades, assim como quaisquer regiões do mundo​², atingindo cerca de 10% de toda a população mundial¹. Primeiramente, se estabeleceu asma como “respiração opressiva e difícil”, em um significado muito próximo de sua acepção etimológica². Por um período longo, foi classificada uma doença comum e não-fatal, ​mas a partir da década de 60, passou a ser considerada saúde pública e podendo causar até a morte​². 

Nos dias de hoje, ​a manifestação de asma é feita com base em sua indicação clínica e/ou fisiopatológica​². Ela pode ser definida: como uma patologia das vias aéreas com característica principal um estado de hiper reação brônquica de base constituído ou adquirida, que permanece o asmático ao longo do seu estado, continuando, mesmo depois de alguns cuidados e que pode ser causada por diversos fatores². 

O diagnóstico O diagnóstico é absolutamente necessário para um tratamento adequado que impossibilite maiores complicações para a criançaesuafamília​². A indicação correta e precoce da asma, nem sempre, é simples de ser identificado, por causa da capacidade de assumir diferentes formas da síndrome².  

Simplificando, ​é possível diagnosticar asma diante do surgimento da dificuldade de respirar caracterizada por respiração rápida e curta - tosse e sibilas² - chamada de tríade dispnéia. Quando a crise é presenciada ou quando a criança é mais velha, o diagnóstico é mais simples².  

Outro fator muito comum no diagnóstico da asma é a ​predominância da dificuldade de respiração durante a noite​². Nas crianças mais novas, a situação é mais complicada. Antes dos 5 anos de idade não é possível distinguir se uma respiração opressiva seja asma, mesmo quando não há indícios de outras doenças².  

De modo geral, ​o diagnóstico diferencial da asma deve ser feito em relação a todas as situações que resultam uma dispnéia- também chamada de falta de ar, é um sintoma no qual a pessoa tem desconforto para respirar, normalmente com a sensação de respiração incompleta - quer seja aguda ou crônica² 

É essencial ressaltar que a primeira crise na criança é praticamente impossível detectar²; apenas na sua evolução conseguimos afirmar se é asma ou não a suspeita original. Por isso é ​muito importante que você leve seu filho em um especialista no assunto​, apenas ele poderá diagnosticar corretamente a doença. 

Esperamos que esse texto tenha ajudado você a entender melhor sobre os sintomas de asma em crianças. Se quiser saber mais sobre a asma, consulte nossa página contendo diversos ​conteúdos sobre asma​! Até mais! 

Referências: 
 
1 - Magalhães, AB. Asma, bronquite crônica e enfisema. Blog da Saúde, Ministério da Saúde. 2015. [Disponível em:  http://www.blog.saude.gov.br/index.php/570-perguntas-e-respostas/35049-asma-bronquite-cronica-eenfisema​] 

 2 - BOSI, D.R.; REIS, A.O.A. A criança asmática na família: estudo de uma representação. Rev. Bras. Cresc. Desenha Hum., São Paulo, 2010. [Disponível  em: http://www.revistas.usp.br/jhgd/article/view/19997​] 

localize a farmácia mais perto