;

fique por dentro

Alimentação para diabéticos: o que não pode faltar na dieta?

O Diabetes Mellitus é uma doença crônica que atinge grande parte da população, podendo afetar pessoas de todos os gêneros, idades e classes sociais¹. No diagnóstico, a doença é dividida em dois tipos principais: o tipo 1, que tem associação com a deficiência absoluta de insulina no organismo, e o tipo 2, em que há resistência à insulina².

Principalmente no diabetes do segundo tipo, uma das principais estratégias de controle da doença é a mudança do estilo de vida e dos hábitos alimentares². Por isso, para manter a qualidade de vida dos diabéticos é indispensável se alimentar bem.

Entenda mais sobre a importância do cuidado na alimentação para diabéticos e o que não pode faltar nesse tipo de dieta!

A importância da alimentação para diabéticos

Nos diabéticos, os níveis de glicose na circulação sanguínea são altos porque a insulina, o hormônio responsável pela absorção da glicose pelas células, deixa de ser produzida pelo pâncreas, ou é produzida, mas tem sua ação prejudicada¹. Sendo assim, ter uma dieta adequada é parte essencial no tratamento da doença, pois alguns alimentos podem influenciar - positiva ou negativamente - no nível de glicose na corrente sanguínea1.

Apesar da sua importância, a dieta costuma ser a maior dificuldade no tratamento. Isto está ligado ao fato de o diabetes de tipo 2, por exemplo, não apresentar sintomas que prejudiquem o dia a dia e as tarefas habituais³. No entanto, a falta de sintomas aparentes não quer dizer que tudo está bem no organismo. Então, todo cuidado com a alimentação nunca é demais!

O que não pode faltar na dieta do diabético?

O consumo alimentar dos brasileiros tem poucos alimentos ricos em fibras e muitos alimentos ricos em gorduras e açúcares. Isso, somado ao sedentarismo, e ambos relacionados à obesidade, contribui de forma significativa para o desenvolvimento do diabetes do tipo 2¹. 

Logo, uma das primeiras recomendações é incluir fibras na alimentação, ao passo em que se deve evitar os alimentos com gorduras saturadas e açúcares, de todos os tipos. As frituras e os alimentos embutidos também não são recomendados no dia a dia ¹.

Saiba mais em: Açúcar para diabéticos: o que pode e como incluir na alimentação!

Além de controlar o consumo desses alimentos, também é importante começar a consumir alguns considerados bons para a alimentação do diabético. Alguns hábitos recomendados são¹:

  • seguir um padrão alimentar diário, com porções de frutas, verduras e legumes;
  • trocar os alimentos industrializados pelos que são ricos em fibras, vitaminas e minerais;
  • consumir peixes e alimentos integrais, que também são bastante recomendados.

 

Agora você já sabe que a mudança no estilo de vida e a adoção de hábitos saudáveis podem ser aliados extremamente importantes na prevenção da diabetes e na manutenção da qualidade de vida dos diabético1. Mas, é claro, cada caso é um caso, portanto, é indispensável que você procure orientação médica para um acompanhamento personalizado do seu quadro!

 

Referências:

1 - Fernandes, CAM. Junior, NN. Tasca, RS. Pelloso, SM. Cuman, RKN. A importância da associação de dieta e de atividade física na prevenção e controle do Diabetes mellitus tipo 2. Acta Scientiarum. Health Sciences. 2005.
[Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciHealthSci/article/viewArticle/1427 ]

2 - Pincinato, EC. Atualização no diagnóstico, classificação e tratamento para o diabetes mellitus. 2003. [Disponível em: http://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_ciencias_saude/article/view/497]

3 - Peres, DS. Franco, LJ. Santos, MA. Comportamento alimentar em mulheres portadoras de diabetes tipo 2. Rev Saúde Pública. 2006.

[Disponível em:http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102006000200018]

localize a farmácia mais perto