;

fique por dentro

DPOC e tabagismo

O tabagismo é um tema de preocupação mundial na área da saúde. Estima-se que cerca de metade da população do mundo seja exposta aos
malefícios do tabaco
. Isto entre pessoas que fumam (cigarros e seus derivados) e os chamados fumantes passivos, que são aqueles que apenas inalam a fumaça1.

Para além de todos os malefícios já conhecidos causados pelo tabagismo, você sabia que ele tem influência direta como uma das principais causas da DPOC, a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica1,2? Entenda melhor sobre essa relação entre DPOC e tabagismo!

DPOC e tabagismo: qual a relação?
A nicotina, que é a droga presente no cigarro que causa dependência, faz com que milhões de pessoas sejam expostas todos os dias a mais de 4.700 substâncias químicas, muitas delas tóxicas. É essa exposição que faz o tabagismo ser um dos principais fatores causais de diversos tipos de câncer, doenças cardíacas e pulmonares1.

Entre elas, doenças pulmonares obstrutivas crônicas (DPOC), como bronquite crônica e enfisema pulmonar. Estima-se que cerca de 85 a 90% das mortes por DPOC são causadas pelo tabagismo. Sendo que fumantes de cigarro apresentam um risco 10 a 14 vezes maior de morrer por essa doença. E isso tem tudo a ver também com o número de cigarros fumados por dia, pois quem fuma mais corre ainda mais riscos!1,2.

E sabe quem é o principal vilão dessa história? A fumaça do cigarro! Obtida pela queima das substâncias químicas encontradas nesse produto, a fumaça expõe os pulmões (tanto dos fumantes ativos quanto passivos) à altas concentrações de agentes oxidantes e radicais livres1.

O que acaba por diminuir a capacidade antioxidante das células e acarreta em inflamação pulmonar. Além disso, quando essa fumaça atinge os brônquios, pode causar uma série de problemas na mucosa do pulmão, como edema, inflamação e obstrução, levando ao desenvolvimento da DPOC1.

Por que é importante eliminar o tabagismo em pessoas com DPOC?
Por se tratar de um hábito prejudicial à saúde pulmonar e, como você viu, uma das principais causas de morte por DPOC. É por isso que cessar o tabagismo é especialmente importante para reduzir a mortalidade dos portadores dessa doença2! E abandonar esse hábito traz diversos outros benefícios como2:

  • prevenção do avanço da DPOC;

  • alívio dos sintomas;

  • prevenção e tratamento de complicações;

  • melhora da função respiratória e da qualidade de vida;

  • aumento da tolerância aos exercícios físicos.

Por isso, é fundamental compreender que pessoas com DPOC possuem uma necessidade ainda maior e mais urgente de parar de fumar2. A eliminação do vício e acompanhamento para evitar as recaídas deve ser parte importante de qualquer tratamento para essa doença.

Portanto, se esse é o seu caso, pergunte-se a si mesmo: “que importância parar de fumar tem para mim?”. Estar disposto a abandonar o vício é o primeiro e mais difícil passo! Procure a ajuda de um especialista e descubra como essa escolha pode ajudar você!

Referências:
1 - Bártholo, RM; Bártholo, TP. Tabagismo e DPOC. Pulmão RJ - Atualizações temáticas. 2009. [Disponível em: http://sopterj.com.br/profissionais/_revista/atualizacao_tematica/02.pdf]

2 - Pamplona, P; Mendes, B. Estratégia de tratamento do tabagismo na DPOC. Revista Portuguesa de Pneumologia. 2009. [Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/pdf/pne/v15n6/v15n6a07.pdf]
 

 

localize a farmácia mais perto