;

fique por dentro

Conversando com o médico sobre a DPOC

Aqui vão algumas dicas para orientar a conversa com o médico:

1. Dizer ao médico que fica sem fôlego ou tosse frequentemente enquanto faz as atividades do dia a dia. Perder o fôlego com facilidade e diminuir o ritmo não são apenas situações normais do envelhecimento.

2. Revisar o histórico de infecções nos pulmões para ver se elas têm ocorrido com mais frequência Ficar com infecções nos pulmões regularmente não é normal, mesmo durante os meses de inverno.

3. Solicitar uma avaliação para checar se a falta de ar está piorando. Não conclua que é asma. Desenvolver asma pela primeira vez quando adulto, com mais de 40 anos, não é muito comum.

4. Checar como o médico pode ajudar a parar de fumar e ajudar a melhorar a respiração. Parar de fumar é muito difícil para a maioria das pessoas e podem ser necessárias diversas tentativas. Esperar para falar sobre os sintomas só quando parar de fumar pode prejudicar ainda mais os pulmões.

Bibliografia consultada:

Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease. Global strategy for the diagnosis, management, and prevention of chronic obstructive pulmonary disease. Updated 2015.www.goldcopd.com. Acessado em 28 de Setembro de 2015.

World Health Organization. Factsheet No 315 Chronic obstructive pulmonary disease (COPD). http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs315/en/index. html (accessed 13 November 2008).

localize a farmácia mais perto